quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Gorda!

8 meses de blog. Demorô para eu fazer esse post...

Queria muito saber que direito as pessoas tem de apontar o dedo para você e te chamar de gorda. E como elas esperam que eu reaja? Eu tenho que sorrir e aceitar como uma preocupação, um carinho, um conselho? Mas na verdade é um julgamento!

Eu não saio na rua dizendo:
- oi, você é careca! faz um implante, vai?
- olha, você tá com cc!
- menina, teu cabelo é ruim, heim?
- você precisa depilar o buço, barba não favorece!
- cara, quando você vai operar esse nariz?
- ei, amigo, você tem olhar de peixe morto!
- mas suas roupas são bregas, heim?

Então eu gostaria muito de ser tratada da mesma forma que eu trato as pessoas. Quem vive a minha vida sou eu, eu sei como é o meu dia-a-dia, eu sei o que eu passo, enfrento, o quanto luto. Já carrego o meu próprio peso de sempre me questionar e às vezes me culpar, para no fim escutar de estranhos conselhos "pro meu próprio bem". Ah, tá, é super fácil ser magra, eu estou assim de pirraça! engordei esses últimos 20 kilos só porque gosto da emoção de fazer dieta! ou faço isso para chamar a atenção, né? Faz lembrar aquela revista Mad, na seção "perguntas idiotas, respostas cretinas", algo assim.

O que falta nas pessoas é se colocar no lugar do outro.

11 comentários:

Anônimo disse...

Oi, Mara!

Há quanto tempo não venho aqui!!!
Estou passando por situações parecidas, as pessoas resolvem palpitar na minha vida, dar conselhos sem que eu peça, isso me irritaaaa!!Resolvi que não vou mais escutar, a vida é minha!!

Mas adorei a Mona Lisa gordinha, até salvei no meu PC!

beijão!!

Manu disse...

Manda se fuder.

Simples assim...!!!

PQ EU MANDO BEM FÁCIL!!!

Anônimo disse...

Ah... eu só esqueci de assinar o comentário,além de tudo, sou bem esperta!

beijos, Mariana!

Regina disse...

Liga o foda-se!

Daniela disse...

Oi, Mara!
Não nos conhecemos (cheguei aqui através do blog da Rosana Hermann), mas venho sempre ler seus posts. Os últimos, em particular, me emocionaram muito. Gosto do jeito sincero com que você escreve e o post de hoje não fugiu à regra. Só pra dizer que concordo totalmente com você!
Beijos,
Daniela

Anônimo disse...

Simplesmente fantástico esse post.
Há 2 anos passei por várias situações difícies, fiquei doente e engordei 20kg. Nessa hora eu achei q os amigos iriam chegar e dar um apoio, mas foi aí que escutei de mtos "nossa, como vc engordou!". "Que relaxada vc deu, hein?". "Vc não poderia ter deixado chegar nessa situação".
Fui julgada sem o direito de defesa. Foi aí que vi quem são os verdadeiros amigos (aqueles q sabem ser forte qdo vc está mais fraco) e quem foi apenas que esteve ao meu lado qdo foi até o momento que foi conveniente.

Bjs,

Leticia

Mara disse...

Obrigada, meninas...
bom saber que não estou sozinha... não sou a única que quero tocar o f***-se toda hora!
beijos

Regina disse...

Querida amiga, a Letícia acertou em cheio! Hoje eu sei quem são os meus reais amigos! E é só assim mesmo, durante e depois da tempestade....antes é só alegria e ninguém que doar o ombro, os ouvidos porque às vezes você só precisa falar, não precisa de dinheiro.....
Beijos no coração!

Fernanda Reali disse...

Eu discordo, mas não porque sou magra.

Discordo porque muitas vezes a gente está ocupada com problemas mais sérios e não percebe que a pele está feia, que a raiz do cabelo está branca, ou que a barriga está flácida... Aí vem uma amiga de verdade e diz pra gente se cuidar, se animar, marca hora no cabelereiro e vai junto, puxa pela mão e leva pra comprar um creme.

Eu tenho boas amigas, gordas e magras, estilosas e largadonas, e se preocupam com coisas diferentes, mas sempre dão toques úteis. Recebo bem os "puxões" que elas me dão, me estimulam a melhorar, e retribuo. Puxar para cima, claro, é sinal de amizade, de cuidado, de amor.

Emagrecer é muito difícil, mas pode ser feito com planejamento, sem sacrificios, sem loucuras, sem remédios, em nome da saúde. Olha este texto da Re, que perdeu 10kg sem mágica, lentamente, com esforço:

http://fernandareali.blogspot.com/2009/10/rejane-perdeu-10kg.html

Bjs!!!

Anônimo disse...

como representante das Powers, sugiro que facemos um coro de f*.... para esses momentos....rs...
Florzinha, existem sempre pessoas que nos farão rir, pessoas que nos farão chorar mas de alegria, outras que nos farão chorar mas de ódio ou de tristeza, existem aquelas que nos fazem pensar em coisas boas. Infelizmente ela só cumpria o papel dela. Vamos torcer para que ela perceba o quão medíocre é essa atitude e deseje mudar. Vamos torcer para que aconteça logo.
E pra finalizar o post, Fernando Pessoa:
"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem.
Por isso existem momentos inesquecíveis,coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis."

Isto se aplica a ela? Não? Então , chuta que é macumba.

bjs, Sayuroka

mini disse...

eu vim aqui pra reforçar o nosso coro: FODA-SE !!! FODA-se..

sugiro que vc faça uma reza como a irmã SELMA faz pra esses tipo de gentalha... desconjura 3 x!!!!certo???!!!

um beijo , e uma benção de N.S.T !!!!