sábado, 30 de maio de 2009

A palavra SIM

No post abaixo, reclamo das pessoas que não entendem meus NÃOs e são insistentes e eu me reservo ao direito de deixar de atendê-las.

Daí que um Anônimo, no seu anonimato, me perguntou: E onde está a palavra "Sim"? Respondi que não tenho nenhum problema com a palavra SIM, uma vez que ela atende o pedido do interlocutor e este para de me encher o saco.

Mas claro, depois de responder, comecei a pensar com meus botões... será que tenho dito os SIMs aonde é necessário? acho que sim... e pensei também naqueles velhos ditados aonde toda escolha implica em uma renúncia, todo sim implica em um não...

Então é isso mesmo: se eu digo NÃO para o gerente, estou dizendo SIM ao meu direito de ter apenas contas aonde eu quero. E estou dizendo SIM à minha liberdade de atender quem eu quero na hora que eu quero.

E se eu digo não para uma amiga que quer badalar quando eu não quero ou não posso, estou dizendo SIM ao meu direito de ficar em casa de roupão, curtindo minha cama gostosa, vendo filmes ou seriados legais, usando MEU TEMPO LIVRE da melhor forma que eu encasquetar.

Então é isso... não sou uma chata de galocha resmungona... eu apenas exijo respeito às minhas respostas e vontades.

Update: acabo de saber que o Anônimo é o Andrézinho, que esqueceu de digitar o nome... ufa!
Andrézinho, nessa nossa história, acho que te disse mais SIMs que NÃOs, não acha?

3 comentários:

Miss Me disse...

tente usar talvez! é neutro e deixa todo mundo no banho-maria! hehe
[ ps: obrigada pelo post carinhoso, nao é obrigatório linkar, ok? ]

Manu disse...

Olá!
Vim retribuir visita...

Se digo sim ou digo não, o importante é estar satisfeita comigo mesma. Né?

Vou te seguir!

Bjs.

Anônimo disse...

E o que você acha do significado da palavra "talvez"?